Esqueci minha senha

Nagwa Fouad

Escrito por Equipe CDV

nagwa_fouad_danca_do_ventre

Nagwa Fouad é a mais famosa das bailarinas da segunda metade do século XX. Nasceu em 1942, sendo filha única de uma família de egípcios. Começou a dançar aos 16 anos em festas de casamento familiares e encontros sociais. 

 

Seu nome de nascimento era Awatef Mohammed El Agamy. Quando se mudou para o Cairo já gostava de dançar e fazia pequenas apresentações, e percebeu que na capital poderia tornar-se bailarina profissional. Aprendeu música e dança ocidental. Também foi cantora, artista de teatro e cinema.


O primeiro filme que fez foi "Sharei El Hob" (La Calle del Amor), que contou com a participação de alguns músicos como o cantor Abdel Halim Hafiz com a canção "Olulu".


Image

Nagwa Fouad fez a primeira aparição dela no filme com esta música. E na opinião do derbakista Hossam Ramzy foi o mais próximo da melhor demonstração natural de como dança uma jovem egípcia comum.


Segundo ele a dança de Nagwa foi “perfeitamente inocente, cheia de amor, emocionalmente bem expressada, traduzindo cada parte da música de uma maneira maravilhosa e retratando o argumento da história em uma atuação magistral que deve ser vista para se crer”.
 

Com este filme Nagwa e Abdel Halim Hafiz tornaram-se famosos e ela tornou-se a bailarina oficial de Abdel, acompanhando-o em todos os seus shows.


Em 1976 o lendário compositor Mohamed Abdel Wahab também escreveu uma música especialmente para ela: Arba´ tashar. Ela se apresentou na Europa e Estados Unidos, onde então fundou uma escola de dança oriental em Nova Yorque.


Reservava em sua apresentações sempre um momento do show especial para o violino.
Fez muito sucesso como bailarina nas décadas de 50, 60, 70, 80 e 90.
 


Mas no início de 1992 retirou-se definitivamente da dança para consagrar-se no cinema.

 

 

 

 

 


Veja Mais ver todas +

Nuvem de Tags

dança do ventre musica brasil vídeosartigoliteratura egito central danca do ventre bailarina homenagem arterevistabailarina professora cairobailarina homenageada homenageada dança