Esqueci minha senha

Como acabar com calotes na Dança do Ventre?

Escrito por Mariana Lolato

 

Todo mundo que vive da dança provavelmente já sofreu com isso! E que sofrimento! Pois você faz o seu trabalho bem feito, com carinho, cumpre todo o combinado e na hora de receber o pagamento por isso...pimba, você toma um calote!

 

Sempre vejo postagens deste tipo no facebook e também converso sobre isso com meus clientes aqui no Central e muita gente que vive da dança passa por esta situação.

 

Não é nada legal viver isso!

A gente passa por prejuízos emocionais: fica frustrado, decepcionado, chateado, desmotivado, etc.

E a gente passa por prejuízos físicos também: fica sem dinheiro pra comprar materiais, pra pagar nossas contas, etc, pois o dinheiro que a gente estava contando simplesmente não entrou.

 

Mas então o que podemos fazer para acabar com a inadimplência na Dança do Ventre?

 

Separei várias dicas que vão ajudar você. Infelizmente a gente não tem como eliminar isso da nossa vida empreendedora já que não temos controle sobre o comportamento das outras pessoas, mas podemos tomar algumas precauções pra diminuir a chance de tomar mais calotes.

 

Vamos a elas? Separei as dicas por cada segmento de atuação dentro da dança.

 

 

Pra você que é dona de escola:

Nossa querida cliente e parceira Verusa Domethides escreveu dicas pra ajudar você dona de escola:

 

1) Tenha um contrato

Você pode escolher um modelo de contrato na internet e adaptar à sua realidade. É importante consultar um advogado ou ir ao Procon da cidade para revisá-lo.

No contrato deixe claro que serão tratados os pagamentos em atraso, quebra de contrato, multas, dentre outros.

No Sisdança (software de gestão de Escola de Dança), a vantagem é que temos o serviço de personalização de contrato, em que incluímos o contrato no sistema. Após a matrícula o sistema preenche os dados automaticamente. Ao contratar o serviço fornecemos alguns modelos para servir de base para o contrato da escola.

 

2) Trabalhe com pacotes (trimestral, semestral, anual)

Evite planos mensais. Trabalhar com pacotes de aulas torna mais atrativo para o aluno e estimula a fidelização.

Um sistema é interessante para avisar sobre o vencimento desses pacotes antecipadamente. Assim o dono da escola poderá entrar em contato e já adiantar a renovação.

 

3) Tenha uma rotina de cobrança

É importante que se tenha uma rotina semanal para realizar as cobranças: estabelecer a partir de quantos dias de atraso na mensalidade que você entrará em contato. O ideal é que esse tempo seja curto, para que a falta de pagamento não comprometa as contas da escola.

 

A rotina de cobrança consiste em: identificar os pagamentos em atraso, entrar em contato com os alunos com pagamento em atraso e obter uma data prevista de pagamento.

 

Um sistema de gestão é importante para auxiliar a obter a lista de mensalidades em atraso e o contato com alunos. Além do registro da cobrança. Mas é importantíssimo fazer a cobrança logo, não deixar para depois para que a dívida não vire uma "bola de neve".

 

4) Oferecer opções de pagamento

Com a vida corrida das pessoas, oferecer opções de pagamento tais como boleto, envio de boleto por e-mail, cartão de crédito diminui a inadimplência.

 

O Sisdança tem uma plataforma de pagamentos - o Dancebank - em que todo o processo fica automático: desde o envio da cobrança para os clientes com 5 dias de antecedência até o registro do pagamento; e cobrança após 05 e 10 dias de atraso.

 

Visitamos recentemente uma cliente em que ela nos contou que isso diminuiu o trabalho e a inadimplência de sua escola de dança.

……………………………………………………………………….

 

Pra você que faz Shows, Workshops e Aulas Particulares:

Sempre faça um contrato antes. Não importa se quem está te contratando é seu amigo ou um desconhecido. Trabalho é trabalho, e fazer contrato pode te livrar de possíveis problemas.

O contrato deve estabelecer a data, horário, duração, valor, forma de pagamento, multa em caso de cancelamento, entre outros fatores.

 

Você gostaria de receber grátis um modelo de contrato de shows e workshops? Deixa seu comentário abaixo que a gente pode atender ao seu pedido! <3

 

……………………………………………………………………….

 

Pra você que vende produtos:

 

Se você tem loja virtual este problema é mais fácil de evitar, pois você só envia o produto depois que seu cliente fizer o pagamento da compra. Escrevi uma matéria aqui com dicas de como fazer loja virtual gastando pouco, veja aqui.

 

E aqui escrevi dicas do que colocar no seu site de Produtos de Dança.

 

 

Caso você venda sob encomenda (que pode ser Véus de Seda, figurinos, espadas, etc), tenho umas dicas importantes:

 

1) Evite combinar pagamentos via depósito bancário. Eles podem não ocorrer como combinado, e isso ainda passa uma imagem pouco profissional do seu trabalho

 

2) Não entregue o produto caso o pagamento não tenha sido feita na íntegra, pois mais uma vez você corre o risco de enviar o produto e receber um calote de volta. Ou seja, primeiro receba o valor total do produto e depois envie ele ao cliente

 

3) Você pode pedir para o seu cliente te pagar metade ou uma parte do valor do produto no ato da encomenda e o restante quando ela estiver pronta e você for enviar. Isso te deixa com risco menor

 

4) Hoje em dia existem várias formas de pagamento práticas e eficientes. Por exemplo você pode enviar um link do Pag Seguro ou do Paypal, e ainda gerar boletos.

 

Se quer gerar boletos de forma rápida e barata, veja as dicas que dei nesta matéria aqui.

 

 

Gostou das dicas? Coloque em prática e você vai ver sua vida de recebedora melhorar muito!

Ainda ficou com dúvida, ou quer pedir ajuda? Comenta abaixo!

 

Até a próxima dica!

 

Um beijo,

Mariana Lolato

 

 

 

 


Veja Mais ver todas +

Nuvem de Tags

bailarina brasil egito homenagem musica arterevista dançabailarina professoraartigo vídeos dança do ventreliteratura homenageada central danca do ventre cairobailarina homenageada